• Dra. Andrea Pereira

Diabetes E Atividades Físicas

A Diabetes melitus é uma doença silenciosa, muitas vezes a pessoa só descobre em algum exame exigido pela empresa ou em alguma campanha. Ou pior, descobre quando já está cheio de complicações.



O Que é a Diabetes?


A Diabetes melitus é uma doença silenciosa, muitas vezes a pessoa só descobre em algum exame exigido pela empresa ou em alguma campanha. Ou pior, descobre quando já está cheio de complicações.

Apesar de ser uma doença silenciosa apresenta muitas conseqüências como: cegueira, insuficiência renal (levando a diálise), amputações, dificuldade de cicatrização, infarto, derrame, etc. Quanto mais controlada estiver a doença, menor o risco de complicações.

O diagnóstico pode ser feito pela dosagem da glicemia de jejum, um simples exame de sangue.

Há 2 tipos principais de Diabetes: o tipo I, que acomete as crianças e adolescentes e exige o uso de insulina e o tipo II, que acomete pessoas, geralmente, com mais de 40-50 anos e pode ser controlada sem uso de insulina (mas, dependendo do caso, essa precisa ser utilizada).


Qual o Problema da Diabetes?


O principal combustível do corpo é a glicose e para ela ser absorvida, sendo usada por todos os órgãos, depende da insulina (um hormônio produzido pelo pâncreas). Quando esse hormônio não funciona direito a glicose não é absorvida pelo corpo e fica circulando em grande quantidade no sangue. Esse aumento de sua concentração na corrente sanguínea, traz as conseqüências já citadas. Além disso, a glicose é essencial para o cérebro, então não há escapatória, precisamos tratar o Diabetes, por que a pessoa pode sofrer desmaios e até chegar ao coma, além de todas as outras complicações.

Em adição a medicação, 2 coisas essenciais fazem parte do tratamento do Diabetes , controle de peso (a obesidade é prejudicial) e exercício.


Por que a Atividade Física é Fundamental?


Quando realizamos exercícios, aumentamos a quantidade de um receptor (um captador) de glicose que não depende da insulina, então poupamos o seu uso, logo precisamos de menos remédio. Logicamente, tem todos os outros benefícios do exercício: melhora da circulação e do coração, liberação de endorfinas, melhora do sistema imunológico (qualquer infecção no diabético descompensa o quadro), entre muitos outros.

Os exercícios aeróbicos são os mais indicados para o aumento desse receptor e para o controle de peso.

E quais os cuidados necessários? Como o diabético tem problema de cicatrização, o uso de tênis e meia adequados para evitar a formação de bolhas, prevenindo machucados. Evitar terrenos muito acidentados por causa do risco de quedas.

E, deve ser conversado com algum profissional da área de nutrição para adequar a alimentação a prática esportiva. Porque muitas vezes o diabético pode ter hipoglicemia durante a prática esportiva e esse sintoma também não é bom, podendo causar desmaios e até coma. Então, como tudo, devemos ter um equilíbrio, a glicose não pode estar aumentada e nem diminuída, lembrando, ela é o principal combustível do corpo.


E a Diabetes tem Cura?


Tem sido estudado um tipo de Cirurgia do Aparelho Digestivo que parece curar a

Diabetes, porém está em fase de estudo e nada está provado ainda. Tirando essa possibilidade cirúrgica, o Diabetes é uma doença crônica, que uma vez diagnosticada precisa ser controlada, podendo até serem usadas menos medicações, mas não curando.

Para quem não tem Diabetes? O exercício previne e retarda o seu aparecimento, e quanto mais tarde ela aparecer, menor os riscos de complicações. Portanto, não há escapatória, mexa-se, faça exercícios, como já vimos nos outros textos, há benefícios para pressão alta, para o colesterol e, agora para o Diabetes. Futuramente falaremos do câncer, que também é influenciado preventivamente pelo exercício.


O que vocês está esperando???

Qualquer dúvida entre em contato, pois ficarei muito feliz em responder às suas dúvidas.