• Dra. Andrea Pereira

Baixo Consumo De Ácido Fólico Causa Fraqueza: Aposte Nessas 5 Frutas

Um bom estado de saúde inclui, além da ausência de doenças, o bem-estar físico, mental e social. Para conscientizar a população sobre a importância da boa saúde para a qualidade de vida, comemora-se em 7 de abril o Dia Mundial da Saúde, escolhido por ser a data da fundação da Organização Mundial da Saúde (OMS), que indica diretrizes sobre o tema. O lema deste ano é Saúde Universal para todos e todas, em todos os lugares.

O ácido fólico (vitamina B9) é essencial para o organismo. Sua falta pode provocar anemia, cansaço persistente, fraqueza, letargia, palidez, falta de ar e irritabilidade. Essa carência é mais comum em dietas vegetarianas e veganas. A recomendação de ingestão diária é de 240 mcg de ácido fólico. Veja frutas ricas nesse mineral e sua quantidade em 100 g e nas porções de recomendação diária.


1 – Abacate


Rica em antioxidantes e em gorduras monoinsaturadas, que ajudam na prevenção de doenças cardiovasculares. É fonte de ômega 6, ômega 9 e ômega 7, nutrientes que mantêm o equilíbrio do organismo e auxilia a perda de gordura corporal. Em uma xícara de chá (130 gramas) temos 90 mcg de ácido fólico. Em 100 g são 69 mcg.

2 – Mamão papaia

Rico em fibras e nutrientes como a vitamina C e o licopeno. Seu consumo ajuda no sistema imunológico, traz viço e beleza à pele, além de beneficiar o trânsito intestinal. Em uma unidade (200 gramas) temos 115 mcg de ácido fólico. Em 100 g são 57 mcg.


3 – Laranja pera


Fruta antioxidante por conter vitamina C, betacaroteno e flavonoides, substâncias que combatem o envelhecimento das células. Auxilia na absorção de ferro, formação de colágeno e glóbulos vermelhos. Em uma unidade (130 gramas) temos 40 mcg de ácido fólico. Em 100 g são 31 mcg.

4 – Morango

Fonte de vitamina C e cálcio. Essa fruta ajuda no combate ao envelhecimento precoce da pele devido ao seu poder antioxidante. Em uma xícara de chá (160 gramas) temos 25 mcg de ácido fólico. Em 100 g são 15 mcg.

5 – Limão tahiti

É rico em vitamina C, cálcio, potássio entre outros nutrientes. Seu consumo diminui o inchaço e a pressão arterial, devido às suas propriedades diuréticas. Além disso, previne o envelhecimento precoce, pois é rico em antioxidantes. Em uma unidade (80 g) temos 10 mcg de ácido fólico. Em 100 g são 13 mcg. Fontes: Andrea Pereira, nutróloga do Departamento de Oncologia e Hematologia do Albert Einstein, e Tamires Soares